Pesquisa – Uso da tecnologia deve aumentar em 63% ainda em 2022

O século XXI é marcado pelo avanço rápido e contínuo da tecnologia em basicamente todos os setores de nossas vidas, no entanto, é inegável que a pandemia de COVID-19 acelerou e muito a implementação da tecnologia quando se trata de comércios e negócios. Com pessoas sem poder sair de casa, muitos empresários viram na internet e nas iniciativas tecnológicas uma maneira de manter seu negócio funcionando.

Uma pesquisa recente, divulgada nessa segunda-feira (27) e realizada pelo LinkedIn aponta que os comerciantes brasileiros pretendem aumentar em média de 63% o uso de tecnologias variadas em suas empresas, sendo os destaques para as seguintes ferramentas: plataformas para trabalho virtual (61%), relação com o consumidor – CRM (58%), planejamento de vendas (56%) e inteligência de vendas (53%). A pesquisa contou com mais de 1500 gestores consultados.

A pesquisa destaca que os profissionais estão buscando inteligência de dados para atender melhor às necessidades de seus clientes, apostando em ferramentas digitais para alcançar esse objetivo. O relatório também mostra que a pandemia de COVID-19 gerou uma “necessidade urgente de digitalização e aprimoramento das tecnologias” por parte do comércio varejista no Brasil.

Sandro Carsava, líder de Soluções de Vendas do LinkedIn na América Latina, destaca que para superar o desafio dessa inconsistência de dados é preciso utilizar um mix de soluções tecnológicas e capacitar pessoas que irão utilizá-las para que essas ferramentas possam então, integram o fluxo de trabalho das equipes.

“O próximo passo é a liderança trabalhar para integrar um conjunto de tecnologias de vendas, de forma que todas elas funcionem em sincronia. Temos como exemplo o recurso de sincronização do LinkedIn Sales Navigator, que permite que os dados da maior rede social profissional do mundo sejam carregados automaticamente no CRM. Sabemos que a venda virtual é uma realidade no mundo atual e, para que as transformações nesse setor ocorram, não basta implementar uma tecnologia e torná-la mandatória, é preciso contar com o apoio que envolve tanto habilidades técnicas quanto recursos humanos capacitados para traduzir as necessidades dos clientes”, afirma Carsava.

Quer saber mais sobre o mercado da tecnologia? Fique ligado aqui no nosso Blog!

Compartilhe: